top of page

70% dos ônibus devem circular nos horários de pico em Teresina

Andando pela cidade de Teresina, quase não vemos ônibus, mesmo depois de uma decisão liminar proferida pelo desembargador Marco Aurélio Lustosa Caminha, do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT), que determinou que 70%¨da frota de ônibus de Teresina circule nos horários de pico durante toda a greve dos motoristas e cobradores e que nos demais horários, pelo menos 30% dos ônibus estejam nas ruas.

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina alega que a greve dos motoristas e cobradores de ônibus não obedeceu à antecedência mínima de 72 horas para deflagração do movimento conforme prevê a Lei de Greve.


No entendimento do desembargador, é preciso haver um balanceamento entre o direito de greve dos trabalhadores alegadamente prejudicados em seus direitos trabalhistas e o interesse social na continuidade do serviço essencial de transporte coletivo. A pena fixada para caso de descumprimento da decisão é de R$ 10 mil por dia. O Sintetro e a Prefeitura de Teresina serão notificados ainda hoje (29) da decisão do TRT.



0 visualização0 comentário
bottom of page