top of page

Com aumento de 76%, surto de gripe provoca lotação em hospitais de Teresina

Com o aumento 76% no numero de casos de síndromes gripais em Teresina, as unidades de saúde estão lotadas e os pacientes chegam a esperar por horas por atendimento. Nessa quarta-feira (05), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar, na Zona Sul da Capital, está um pouco diferente, se comparado com dia de ontem (04), quando os pacientes se aglomeravam na recepção e esperavam até cinco horas por uma consulta.


Na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Parque Piauí, também na Zona Sul, a situação não era diferente. A população se aglomera em frente à unidade na expectativa de receber atendimento médico e realizar testes de Covid-19. Na UBS do bairro Gurupi, na Zona Sudeste de Teresina, os pacientes relataram que na tarde de ontem já não havia mais senhas para atendimento.


O aumento no número da doença foi publicado em um relatório expedido pela Prefeitura de Teresina, que mostrou também que demanda por testes RT-PCR para covid-19 subiu 56%. No entanto, observou-se uma queda na positividade destes testes de 12% para 10%. Neste mesmo período, as internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) subiram de 54 para 59, mas por outro lado, registrou-se uma queda nos óbitos atribuídos à covid-19, de seis para um.



0 visualização0 comentário
bottom of page