top of page

Partido Solidariedade suspende filiação de vereador acusado de racismo contra criança

Atualizado: 18 de nov. de 2021

A direção do partido Solidariedade, em São Paulo, decidiu pela suspensão da filiação do vereador Gercimar Maximiliano de Mattos, da cidade de Planalto. Mais conhecido como Gerson do Bar, o edil é acusado de racismo contra uma criança negra de dois anos.

A mãe da menina, a atendente Carolaine Vilela, disse à TV Tem que recebeu os ataques após publicar uma foto de sua filha com a filha do vereador em uma rede social - as crianças são colegas porque Carolaine é amiga da ex-mulher de Gerson. Algumas das mensagens preconceituosas que ela recebeu foram: "Eu não quero essa sua pretinha feia e fedida com a minha filha" e "minha filha não entende o que é certo ou errado, mas se vocês insistir nisso, é essa sua neguinha que vai pagar o preço".


À emissora de TV, a mãe disse que ficou "sem chão" ao ler as ofensas. "Tive que mudar de casa porque não estava me sentindo segura, por causa das ameaças de vida. A menina não está podendo mais frequentar a creche. Vou sozinha para o serviço, mas, à noite, meus patrões precisam me trazer de volta", relatou.

O iG tentou contato com o parlamentar, mas não conseguiu retorno. Ao falar com a emissora, ele negou que tenha enviado as mensagens. "Jamais, nunca na vida, eu teria coragem de ofender um adulto dessa forma, quem dirá uma criança", se defendeu.





1 visualização0 comentário
bottom of page