top of page

PF e Forças Estaduais montam projeto piloto para combater as facções no Piauí

Em reunião, realizada nessa terça-feira (19), envolvendo a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Penal, foi discutidos sobre um termo de cooperação que deve ser assinado por eles e que vai instituir uma Força Integrada de Segurança para combater organizações criminosas no Piauí. O piloto do projeto vai funcionar na sede da PF em Parnaíba e irá utilizar todo o aparato das instituições em investigações.



“A exemplo de outros estados, nós estamos nos organizando para formar uma força tarefa. Essa força tarefa será composta pelos órgãos que compõem o sistema. A ideia é unir esforços, a logística de cada um, para o enfrentamento de organizações criminosas. O foco são alguns crimes como o tráfico de entorpecentes dentre outros”, disse o secretário de Segurança, coronel Rubens Pereira.


“Cada força terá um representante. Vai ter um espaço físico na delegacia regional federal de Parnaíba e vamos trocar informações de inteligência e, a partir daí, focar nas investigações e chega na autoria de crimes e acionar o judiciário”, afirmou o secretário de estado da Segurança.


O acordo de cooperação técnica entre os órgãos permitirá a adoção de metodologia já validada em outros Estados brasileiros que trataram problemas semelhantes, levando em consideração as particularidades do Piauí, com qualificação de pessoal, aquisição de equipamentos, viaturas e sistemas de inteligência integrados.

0 visualização0 comentário
bottom of page