top of page

#RisqueORacismo: um dia após denúncia por injúria racial, Cruzeiro estampa mensagem na camisa

Diante do Sampaio Corrêa, nesta quinta-feira, o Cruzeiro entrará em campo sem a marca dos patrocinadores, estampando #RisqueORacismo no espaço mais nobre da camisa. A ação acontece um dia depois de o clube ser denunciado no STJD por conta da injúria racial cometida por um torcedor durante o jogo contra o Remo, no Independência, dia 28 de outubro.


O Cruzeiro será julgado na próxima terça-feira, dia 23, e foi enquadrado no artigo 243-G por ato discriminatório, que fala em "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência". O clube pode ser punido com multa e ser obrigado a jogar com portões fechados.

Também nessa quinta-feira, o Cruzeiro divulgou, nas suas redes sociais, uma nota se manifestando sobre a denúncia. Segundo o clube, a direção "agiu sem ser demandado", mesmo sem "prova inequívoca sobre as palavras proferidas". O clube ainda afirma que o presidente Sérgio Santos Rodrigues procurou o presidente do Remo para "oferecer toda estrutura possível" para agir em conjunto, buscando ações, mas não teve retorno. A diretoria cruzeirense comentou ainda que, junto do Independência, tentou identificar o autor do ato de injúria racial.



Globo Esporte

0 visualização0 comentário
bottom of page